Peelings Químicos

Peelings Químicos

O tratamento consiste na aplicação de agentes que irão trabalhar nas camadas superficiais da pele, gerando uma aparência melhorada. Seria um esfoliante e acelerador da renovação da pele. O tratamento pode ser superficial: feitos em séries e sua descamação costuma ser fina, enquanto os médios e profundos são realizados em aplicações únicas, com descamação mais intensa e formação de crostas. Cada paciente deve ser avaliado pelo dermatologista que indicará o melhor tratamento.

Após um peeling químico superficial a pele se refaz em um a quatro dias; já os peelings médios e profundos constituem uma ferida cuja cicatrização inicia-se em 24 horas e se completa dentro de sete a 15 dias.

Os peelings químicos não devem ser realizados se houver exposição solar, durante a gravidez, se existir alguma “ferida” aberta no local a ser tratado, se estiver sob estresse físico e mental ou apresentar hábito de “cutucar” a pele. As expectativas devem ser condizentes com cada tratamento. Proteção solar adequada é imprescindível.

 Indicações:

São utilizados para atenuação de rugas, manchas e cicatrizes; na diminuição das lesões pré-malignas como as queratosesactínicas e no auxílio do tratamento da acne.