VOLTA AS AULAS E OS CUIDADOS COM AS CRIANÇAS

VOLTA AS AULAS E OS CUIDADOS COM AS CRIANÇAS

As férias acabaram! As crianças voltam a reunir em sala de aulas. Tem muita alegria de sobra e também chances de aparecer um inimigo antigo: os piolhos. Como evitá-los?

É pensar em piolhos que temos mães apavoradas, cabeças coçando e um desespero. Se forem meninas então, com seus cabelos grandes e fofos, preocupação triplicada. Mas, como evitá-los? Como tratar? Quais os cuidados? Como toda questão relacionada à saúde, não existe uma regra, mas alguns cuidados ajudam.

A infestação dos piolhos, chamada de pediculose, acontece muito em períodos com a temperatura mais amena e aonde existem várias crianças, aumentam-se as chances. Prevenir exige alguns cuidados dos pais e professores. Um trabalho em equipe que dá certo.

“Para evitar a pediculose, os pais e professores precisam ficar atentos se as crianças estão coçando muito a cabeça. Além disso, caso exista o registro de alguma criança com piolho, avisar os demais. Outra maneira é manter as unhas cortadas, trocar roupas de camas e mesmo que não haja a presença de piolhos na criança, lavarem o cabelo”, orienta a Dra. Gisele Rocha.

Se os piolhos forem confirmados, é preciso procurar as lêndeas (ovos) nos fios e couro cabeludo. Para tratamento poderão ser usados xampus ou loções. Lembrando que a decisão requer orientação médica porque cada pessoa poderá utilizar um método. E Dra. Gisele relembra: “Utilizar de receitas caseiras é muito perigoso e pode trazer novos problemas. Por isso, é preciso procurar uma orientação adequada à cada caso”.